Cachoeira do Urucá - Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

Cachoeira do Urucá - Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

Depois de compartilhar algumas fotos, várias pessoas me pediram dicas sobre a viagem para Uiramutã, cidade mais ao norte de Brasil e de Roraima, interessadas que estão em conhecer o lugar. É um passeio incrível que todos, em especial aqueles que moram em Roraima, devem fazer. Então aí vai:

Minha viagem foi curta, reservei um dia para ir, um dia inteiro pra ficar e um último dia pra voltar. Três dias ao todo, durante o carnaval de 2012. Viajei desde Boa Vista, na companhia dos meus amigos Plácido e Steven, este último autor das fotos.

De Boa Vista até a sede do município de Uiramutã, são 310km. Os primeiros 160km são pela BR 174, sentido Pacaraima. Depois desse percurso, deve-se entrar na estrada do Surumú, à direita da BR. É uma estrada não asfaltada, mas que está em boas condições. Até a vila do Surumú são uns 35km. Depois do Surumú, mais uns 35km até o Contão. Após o Contão, chega-se a uma localidade conhecida por “Placa”, onde pega-se à esquerda a estrada que vai para Uirumutã. Esta está em péssimas condições. São 85km que fiz em três horas de viagem. Ao todo foram seis horas de Boa Vista à Uiramutã.

Fui num carro com tração 4×4 e não tive nenhuma dificuldade pra chegar. Os moradores juram que carros sem tração nas quatro rodas chegam sem problemas. Eu acho que chegam mesmo, mas o carro vai sofrer bastante.

Estrada para Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

Estrada para Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

O caminho é deslumbrante, em especial quando pegamos a estrada após o Contão. A paisagem é de encher os olhos. O Rio Cotingo, as serras, muitas serras, são de um visual estonteante.

Ao chegar na cidade, ficamos hospedados na pousada do Seu Chico Tala. Simples, mas com quartos limpos e alguns com ar-condicionado. Fizemos todas as refeições no restaurante do Seu Moisés, que fica na rua principal da cidade. Comida simples, mas boa e com preços razoáveis.

No dia seguinte, logo de manhã, procuramos a Cachoeira do Urucá. Chega-se de carro até bem perto e, depois, completa-se o percurso a pé, mas bem próximo da estrada. Urucá é uma cachoeira muito bonita com uma piscina natural de água verde e gelada. Fantástica. É bom lembrar que a piscina não dá pé. Para entrar é necessário saber nadar.

Corredeira do Paiuá - Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

Corredeira do Paiuá - Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

Depois, na volta para a sede do município, paramos nas corredeiras do Paiuá. Praticamente ao lado do município, águas rasas e calmas.

Corredeiras do Uialã - Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

Corredeiras do Uialã - Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

Procuramos mais alguma coisa pra fazer e alguns moradores indicaram as corredeiras do Uialã, mas alertaram que fica na Reserva Raposa Serra do Sol e talvez os índios não nos deixassem entrar. Fomos assim mesmo e pedimos da Tuxaua se podíamos entrar. Ela se mostrou receptiva e permitiu nossa entrada e ainda mandou seu filho nos acompanhar para que achássemos o caminho mais facilmente. É outro lugar muito bonito, entretanto há mais correnteza e também é necessário saber nadar para entrar em alguns pontos.

Farinha, caxiri - Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

Farinha, caxiri - Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

Terminamos o dia ao redor de enorme tacho de farinha, tomando caxiri com nossos novos amigos.

A volta foi tranquila e, mais uma vez, a paisagem ajudou a superar a estrada ruim.

Cavalos Lavradeiros - Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

Cavalos Lavradeiros - Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

Para fechar o passeio de maneira ainda mais incrível, fomos presenteados com o encontro com uma tropa de cavalos lavradeiros. Animais criados soltos na imensidão do lavrado.

Recomendo muito. O acesso não é tão difícil, as cachoeiras são bem acessíveis e a beleza do lugar vale qualquer sacrifício. Mas é preciso ir antes do período chuvoso.

Márcio, Plácido e Steven - Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

Márcio, Plácido e Steven - Uiramutã - Roraima - autor da foto: Steven Nicodem

Márcio Rosa da Silva

Anúncios